tímidos versos

Valdir Barreto Ramos

Textos


MUCURIPE
(para Verdana Verdannis)
 
O tempo era de querer,
Naqueles dias do tempo
De amor à beira mar,
Sentindo o vento no corpo,
Enquanto as ondas deitavam
Apagando o nome dela
Escrito com emoção.
O mar como testemunha,
Enquanto eu enfeitava
Com flor os cabelos dela,
A minha bela Iracema,
Minha morena tão bela,
Que o destino inclemente
Levou pra longe de mim.
No peito ficou a saudade
Do tempo e do por do sol,
Sentados na areia da praia
Vendo jangadas a voltar.
Ficou a tristeza no peito,
De um jeito que não tem jeito,
Sem esperança de amar.

 

Este texto está protegido por lei.
Reservados os direitos autorais.
Proibida a cópia ou a reprodução

sem prévia autorização.

www.ramos.prosaeverso.net

 
Valdir Barreto Ramos
Enviado por Valdir Barreto Ramos em 13/12/2018
Alterado em 13/12/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras