tímidos versos

Valdir Barreto Ramos

Textos


CORA

Como água calma de riacho lento,
Que desliza calmo e tão sereno
Em suave caminho na busca do rio,
Que o leve enfim para ser o mar.
Olhar tão faceiro, tal qual um folguedo 
de luz de cometa que passa a bailar.
Jeito de menina que olha traquina
o tempo onde o sol parece morar.
Tão bela, tranquila, suave e serena,
de voz que enternece e faz encantar.
Do jeito que vive parece que rima
sublime cantiga, canção de ninar.


Este texto está protegido por lei.
Reservados os direitos autorais.
Proibida a cópia ou a reprodução

sem prévia autorização.

www.ramos.prosaeverso.net

 
Valdir Barreto Ramos
Enviado por Valdir Barreto Ramos em 17/10/2018
Alterado em 01/11/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras