tímidos versos

Valdir Barreto Ramos

Textos


SAÍ
 
Saí como brisa suave
Que chega sorrateira
E refresca e vai.
Saí como o orvalho da noite
Que umedece a janela
E com o dia sai.
Saí como o dia que finda,
Pela noite linda
Que chega pra ficar.
Saí como o olhar tranquilo
De discreto brilho
De suave olhar.
Saí, pois não ficaria,
Como reticências
De quem sabe amar.
Saí, posto que o tempo
Sempre em movimento
Não para de passar.
Saí, e quem sabe um dia
Traga uma poesia
Só para te dar.

 

Este texto está protegido por lei.
Reservados os direitos autorais.
Proibida a cópia ou a reprodução

sem prévia autorização.

www.ramos.prosaeverso.net

 
Valdir Barreto Ramos
Enviado por Valdir Barreto Ramos em 21/09/2016
Alterado em 21/09/2016

Música: Always - BonJovi

Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras