tímidos versos

Valdir Barreto Ramos

Textos


CHUVA
 
Chuva! Que chega serena,
Que afaga a terra,
E que aplaca o calor.
Chuva! Que molha o corpo,
Que mata a sede
E trás esperança e cor.
Chuva! Que renova a vida,
Que enche os rios
E que faz o verde nascer.
Chuva! Que é sempre bendita,
Presente de Deus
E que ameniza o sofrer.

 

Reservados os direitos autorais.
Proibida a cópia ou a reprodução

sem prévia autorização.

www.ramos.prosaeverso.net

 
Valdir Barreto Ramos
Enviado por Valdir Barreto Ramos em 28/10/2015
Alterado em 28/10/2015
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras